Carregando Notícia
Curiosidades

Lembra dela? Respire fundo antes de ver como está a atriz de “Tainá” hoje

A jovem começou a sua carreira ainda quando criança

Algumas pessoas acabam tendo a oportunidade de estar à frente de um grande papel ainda quando criança para a TV brasileira, mas isso acaba permanecendo na vida da pessoa por muitos anos e ao tentar se desvincular daquele personagem é praticamente impossível. Um dos filmes que marcou toda uma geração e teve o seu lançamento no ano de 2000, foi o filme que contou a história da pequena Tainá.

O sucesso do filme que contou com a atriz mirim indígena, fez com que muitas pessoas tivessem um olhar diferente para um dos mais importantes habitat natural do mundo que é a nossa Amazonas. Mas a jovem que interpretou o filme ainda quando era criança, fez um grande desabafo após 20 anos de todo sucesso que fez durante o período em que esteve à frente das câmeras na gravação do filme.

Isso porque as pessoas só lhe conhecem por conta daquele momento, e por ser uma pessoa indígena ela encontra grande dificuldade para poder conseguir emprego atualmente. A jovem fez esse desabafo e contou um pouco como está atualmente a sua vida depois de todo sucesso que ainda quando criança acabou adquirindo para sua vida, depois de 20 anos de ter contracenado no filme a realidade dela é bastante triste e as mudanças em seu corpo deixaram todos admirados.

“Muitas vezes eu tento contato com marcas, muitas delas eu recebo ao menos o e-mail de contato, alguma mensagem que parece nos notar, mas dessa vez eu fiquei bem impressionada como já mostraram nem ter espaço nem para conhecer minhas ideias, é muito confuso às vezes, qualquer lugar que eu frequento, que faço algum trabalho e me identificam como a atriz que fez Tainá, eu recebo muito carinho, como aqui no insta, que é uma chuva de mensagens de amor, afeto e identificação. Eu estou grávida, estou à espera do meu segundo filho.” disse a atriz Eunice Baía.

Para ela as pessoas sempre encontram na rua e reconhecem logo por conta do filme, ela também contou que tem muita gratidão por tudo que viveu ainda quando criança e seu único arrependimento é que as portas do mercado continuam fechadas para ela. Principalmente por ser uma atriz indígena e não ter o seu reconhecimento diante do papel importante que ela desempenhou na época de 2000 quando  contracenou no filme.