Carregando Notícia
Curiosidades

Você sabia que o mosquitinho de banheiro tem uma função muito importante?

Nas redes sociais, todo dia surge uma curiosidade diferente e a nossa mais nova descoberta é sobre o mosquito de banheiro.

Nas redes sociais, todos os dias surgem uma curiosidade muito diferente e a nossa mais nova descoberta é sobre o pequeno mosquito de banheiro e para que ele realmente serve. Pode acreditar, aquela pequena mosquinha que fica andando e voando no seu box, e que muitas vezes te incomoda tanto, ela é muito mais que uma fiscal de banho e distração pro seu pet.

O perfil @insetologia2 no Twitter usou as redes sociais para poder explicar tudo relacionado sobre o bichinho e como ele é realmente importante para manter o seu encanamento do banheiro sempre funcionando e sem entupir. Dá para acreditar nisso? Da subfamília Psychodinae, esse mosquitinho de banheiro e todos os seus parentes vivem em ambientes bem úmidos, também se alimentam de água suja (que é rica em matéria orgânica).

A fêmea desse mosquito coloca seus ovos fora da água, mas bem perto o bastante para que as suas larvas consigam chegar até ela para se alimentarem de toda a matéria orgânica que se acumula perto de ralos e rejuntes de azulejo do banheiro, ou seja, elas simplesmente te ajudam na limpeza e ainda conseguem reduzir as chances de entupimento de ralos.

Quem também falou recentemente ao G1, foi o biólogo especialista em insetos, Marco Gottschalk, que disse: “Apesar do nome comum remeter às moscas, elas não são consideradas espécies do grupo dos Muscomorpha, pois pertencem ao grupo Psychodomorpha. Na linguagem mais coloquial podemos dizer que são mosquitos. As espécies mais comuns dentro das residências são cosmopolitas, pois já possuem uma história de associação ecológica com o homem. Em função disso, esses insetos acabaram colonizando diversas regiões do globo. No entanto, como a família é bem diversa, encontramos espécies associadas a ambientes urbanos e rurais, assim como exclusivas de áreas de vegetação nativa. De uma forma geral, esses insetos são mais comuns em ambientes úmidos. No caso das mosquinhas de banheiro, as larvas são aquáticas e normalmente habitam os ralos, onde há acúmulo de matéria orgânica”, completa.

O especialista também explica que mosquinhas de banheiro não oferecem nenhum grande risco às pessoas, mas eles podem carregar vários micro-organismos aderidos no corpo para locais que desejamos limpos, contaminando esses espaços. “Por sorte, uma limpeza semanal no banheiro é o suficiente para eliminar as larvas e evitar que as populações aumentem. As mosquinhas dos banheiros são proximamente relacionadas com um grupo de transmissores de doenças, os mosquitos-palha (flebotomíneos), hematófagos e transmitem a leishmaniose e diversas viroses, entre outras doenças.

Em função disto, talvez Lutzomyia seja o gênero mais conhecido da família no Brasil. A biologia dos adultos só é bem estudada para os gêneros com espécies hematófagas, pouco se sabe sobre a ecologia das demais espécies nativas do Brasil e sua importância para alguns processos biológicos ainda não foi determinada”, explica Marco.